sexta-feira, 11 de abril de 2014

RESUMO HISTÓRICO DE TODAS AS COPAS DO MUNDO

INTRODUÇÃO


         Quando foi realizada a Copa do Mundo de 1950 no Brasil eu tinha nove anos de idade e morava no sítio onde nasci. Lá não havia rádio e não ouvi ninguém falar sobre tal acontecimento. O mesmo não acontecia com a política pois meu avô, pai e tios eram politizados e tinham seus candidatos prediletos. Assim, fiquei bem por dentro da eleição de Getúlio Vargas, Nogueira Garcez e outros.
         Em 1954 eu morava em outro sítio. Tinha aprendido a gostar do São Paulo FC quando morei em 1951/52 com meus tios na cidade  mas tinha ido trabalhar na olaria com meus pais e havia ficado isolado das comunicações novamente. Assim a Copa do Mundo realizada na Suíça foi um acontecimento que “passou batido” para mim.
         Mas veio a Copa do Mundo de 1958 e eu já vivia num outro mundo em relação às comunicações. Ouvia jogos no rádio no bar do Sr. Aristides Ferrari em Ipaussu, comprava a revista Gazeta Esportiva Ilustrada e estava em contato com torcedores que freqüentavam o Estádio do CA Ipaussuense.
         No dia em que o Brasil derrotou a Suécia por 5 x 2 e sagrou-se campeão mundial de futebol pela primeira vez eu vivi a maior emoção de minha vida até aquele momento. Muita festa na praça central da cidade, com Hino Nacional no alto-falante, fogos e muita gente atirada no chafariz da praça.
         Em 1962 foi um pouco diferente. Eu havia me tornado membro da Igreja Presbiteriana de Alumínio em dezembro de 1961 e tinha abandonado o hábito de acompanhar o futebol. Assim, no dia em que o Brasil bateu a Tchecoslováquia por 3 x 1 e se sagrou bicampeão mundial, eu o Renato e o Waldomiro Ribeiro estávamos voltando de São Paulo onde tínhamos ido convidar um pastor para pregar em Alumínio.
         Em 1966 continuava desinteressado, mas sabia o que estava acontecendo na Inglaterra e fiquei triste com a eliminação precoce da seleção canarinho. Quando veio a Copa do Mundo de 1970 no México, eu como vários amigos membros da igreja tínhamos TV e acompanhamos tudo ao vivo pela primeira vez. Vibração total com o tri.
         Em 1974 na Alemanha e em 1978 na Argentina me decepcionei como todos os brasileiros com a nossa seleção, embora nesta última tenha havido um jogo muito suspeito entre Argentina e Peru que alijou o Brasil da disputa do título.  O mesmo aconteceu em 1982 na Espanha, quando o Brasil tinha um time que foi considerado o melhor de todos os tempos, mas deu mole para a Itália e acabou fora da disputa novamente. Em 1990 na Itália, derrota para a Argentina de Maradona e eliminação nas quartas de finais.
         Em 1994, uma seleção que não empolgava muito foi chegando e todos nós nos lembramos do desfecho final: jogo decisivo contra a Itália, disputa de pênaltis e Roberto Baggio cobrando “nas nuvens”. Veio o tetra!
         A decepção pelo fracasso contra a França em 1998 na casa deles foi compensado pela inesquecível atuação dos amarelinhos em 2002 na Copa do Mundo realizada no Japão e na Coréia, onde os comandados de Luiz Felipe Scolari bateram a Alemanha na final por 2 x 0 e ganharam o pentacampeonato mundial de futebol. Eu já estava aposentado, mas não assisti alguns jogos. Devido o fuso horário, era madrugada no Brasil quando a TV estava transmitindo as partidas.
         Em 2006 na Alemanha o time brasileiro cheio de talentos mas com excesso de exposição dos atletas fracassou e em 2010 na África do Sul perdemos diante da Holanda, com atuação pouco feliz de alguns atletas     .
         Agora é chegada a vez de o Brasil sediar novamente uma Copa do Mundo. Uma seleção renovada por Mano Menezes e solidificada por Luiz Felipe Scolari o Felipão ganhou a confiança dos torcedores brasileiros   ao vencer com méritos a Copa das Confederações no ano passo em nosso país.
         Como os amigos (as) poderão notar, estou fazendo este trabalho de forma a contemplar somente os aspectos desportivos da competição. Questões como custo das construções e reforma de estádios e outras relacionadas à economia não farão parte do meu trabalho. Não tenho aptidão para isso e ademais, os jornais, revistas e outros meios de comunicação vêm abordando com frequência essas questões. No entanto, colocarei ao final da postagem, alguns links de reportagens com críticas a favor ou contra a realização da Copa do Mundo no Brasil.
         Finalizando, devo dizer que meu objetivo é reunir numa só publicação, informações que facilitem para as pessoas – estudantes, por exemplo – que queiram acessar o tema.
Para que o trabalho fique completo, transcreverei em seguida, com algumas adequações, material publicado na Internet, com a indicação da fonte. Ao final, um acervo fotográfico com as seleções do Brasil em todas as Copas do Mundo e também os doze estádios que receberão os jogos da Copa do Mundo deste ano.
Boa leitura.

 

1930 – URUGUAI

 


         A primeira Copa do Mundo de Futebol foi realizada na América do Sul, mais precisamente no Uruguai. Esse país vizinho estava comemorando os cem anos de sua independência política. A partida final foi disputada no Estádio Centenário em Montevidéu, a capital.

        As seleções participantes foram: Argentina, Bélgica, Bolívia, Brasil, Chile, Estados Unidos, França, Iugoslávia, México, Paraguai, Peru, Romênia e Uruguai.



         O país sede sagrou-se campeão a vencer a vizinha Argentina na final por 4 x 2. Os Estados Unidos ficou em terceiro e a Iugoslávia em quarto. O artilheiro foi Stabile da Argentina com 8 gols e a chuteira de ouro, dada ao melhor jogador da competição foi entregue ao mesmo atleta.

 

1934 – ITÁLIA

 


         Terminada a Copa do Mundo de Futebol da Itália ficou constatado um predomínio do futebol europeu. Quatros seleções do continente ficaram com as primeiras colocações, ou seja, a Itália campeã em jogo disputado e vencido por 2 x 1 contra a Tchecoslováquia e a Alemanha ficando com a terceira posição ao derrotar a Áustria.
        A artilharia da competição coube a  Schiavo (Italia), Nejedly (Tchecoslováquia) e Conen (Alemanha)    e foi considerado melhor jogador o craque Oldrich Nejedly da Tchecoslováquia.
         
       Participaram da competição estas seleções: Alemanha, Bélgica, Argentina, Suécia, Holanda, Suíça, Checoslováquia, Romênia, Áustria, França, Hungria, Egito, Brasil, Espanha, Itália, Estados Unidos. 

 

1938 – FRANÇA

 


         Com uma seleção renovada, a Itália sagrou-se bicampeã mundial de futebol ao derrotar a Hungria na final por 4 x 2, cabendo o terceiro lugar ao Brasil e o quarto a Suécia . Foi aí que o mundo conheceu Leônidas da Silva, atacante brasileiro tido como o inventor da jogada que ficou conhecida como “bicicleta”. Ele recebeu a “Chuteira de Ouro” como melhor atleta da competição.
         A artilharia ficou com Leônidas  da Silva, do Brasil.

          Seleções participantes: Alemanha, Bélgica, Brasil, Cuba, França, Holanda, Hungria, Índias Holandesas, Itália, Noruega, Polônia, Romênia, Suécia, Suíça e Checoslováquia.

1942 e 1946 – NÃO HOUVE COMPETIÇÃO DEVIDO A 2ª GUERRA MUNDIAL QUE OCORREU ENTRE 1939 e 1945


 

1950 – BRASIL

 


         A Copa do Mundo de 1950 é tida como a maior frustração da torcida brasileira em todos os tempos. O Estádio do Maracanã no Rio de Janeiro que fora construído para a competição recebeu um público de 200.000 pessoas para assistir a partida entre Brasil e Uruguai, sendo a seleção canarinho considerada favorita para levar a taça.
         Mesmo após sair vencendo a partida, o Brasil viu a celeste olímpica, como era conhecida a seleção uruguaia reverter  o placar para 2 x 1, sendo o gol decisivo marcado pelo ponta direita Alcides Ghiggia próximo do final da partida.
         O terceiro lugar ficou com a Suécia e o quarto com a Espanha.  O artilheiro foi e o melhor jogador da competição foi o brasileiro Ademir Menezes.  

        Seleções que participaram: Bolívia, Brasil, Chile, Espanha, Estados Unidos, Inglaterra, Itália, Iugoslávia, México, Paraguai, Suíça, Suécia e Uruguai

 

1954 – SUÍÇA

 


         A mais brilhante seleção do mundo em 1954 era a da Hungria, que contava em sua formação com os notáveis jogadores sobre os quais sobressaía Ferenc Puskas. O Honved time húngaro era o detentor desse e de outros grandes craques da época.       

        Outros jogadores notáveis estiveram presentes na competição, tais como Fritz Walter, Max Morlock, Hans Schäfer e Helmut Rahn da Alemanha Ocidental, Ernst Ocwirk da Áustria, Julinho Botelho, Didi e Djalma Santos do Brasil, Roque Máspoli, Juan Schiaffino, José Santamaría e Obdulio Varela, capitão do Uruguai, Gyula Grosics, Nándor Hidegkuti, József Bozsik, Zoltán Czibor, Sándor Kocsis da Hungria.

         De forma surpreendente, no entanto coube à Alemanha Ocidental ganhar o torneio, derrotando os favoritos húngaros na final por  3 x 2. A seleção húngara estava invicta há 31 jogos.
         A Áustria ficou com o terceiro lugar e o Uruguai com a quarta posição. A artilharia ficou com Kocsis da Hungria, que também ganhou o prêmio como  melhor jogador da competição.

        Foram estas as seleções participantes: Suíça, Hungria, Áustria, Inglaterra, Alemanha Ocidental, Iugoslávia, França, Itália, Tchecoslováquia, Bélgica, Escócia, México, Brasil, Uruguai, Turquia e Coréia do Sul.

 

1958 – SUÉCIA

 


         No país escandinavo o mundo iria conhecer aquele que foi considerado o atleta do século: Edson Arantes do Nascimento, o Pelé. À época, com apenas 17 anos, o jovem atacante santista surpreendeu a todos com sua técnica e faro de gol. Outro jogador brasileiro de grande sucesso na competição foi o ponta direita brasileiro Garrincha, autor de dribles desconcertantes que geralmente terminavam em assistência para os companheiro fazer os gols

         Numa final memorável em que o Brasil saiu perdendo, a seleção canarinho virou o placar e aplicou sonora goleada por 5 x 2 nos donos da casa. Coube a Hideraldo Luiz Bellini, o capitão brasileiro levantar a taça Jules Rimet acima da cabeça, em gesto que ficou imortalizado e foi seguido por todos os outros capitães vencedores da competição.
         Just Fontaine, atacante francês ganhou a bola de outro e foi ainda o artilheiro do torneio.

        Participaram do torneio estas seleções:Suécia, Alemanha Ocidental, Áustria, França Tchecoslováquia, Hungria, União Soviética, Iugoslávia, Inglaterra, Irlanda do Norte, Escócia, País de Gales, Argentina, Brasil, México e Paraguai.
        

 

1962 – CHILE

 


         No Estádio Nacional em Santiago capital do Chile a Seleção Brasileira sagrou-se bicampeã mundial de futebol ao derrotar a Tchecoslováquia na final por 3 x 1 O Chile ficou com a terceira colocação e a Iugoslávia com a quarta posição.

         Novamente Garrincha teve grande desempenho, porém Pelé se contundiu no segundo jogo. Foi aí que brilhou a estrela do então reserva Amarildo que teve destacada atuação pela Seleção Brasileira.
      A Chuteira de Ouro foi dividida entre os jogadores: Albert (Hungria), Ivanov (URSS), Jerkovic  (Iugoslávia), Leonel Sanches (Chile), Vavá e Garrincha (Brasil).
    O artilheiro da competição foi Jerkovic da Iugoslávia e as seleções participantes da competição foram: União Soviética, Iugoslávia, Alemanha Ocidental, Itália, Suíça, Tchecoslováquia, Espanha, Hungria, Inglaterra, Bulgária, Chile, Brasil, Uruguai, Argentina, Colômbia e México.



1966 – INGLATERRA

 


      O Estádio de Wembley, considerado um dos templos do futebol mundial sediou a partida final da Copa do Mundo de 1966 disputada na Inglaterra.
      Os donos da casa derrotaram a Alemanha Ocidental na final por 4 x 2, sagrando-se pela primeira vez campeões mundial de futebol. Portugal ficou com o terceiro lugar e a União Soviética com a quarta colocação.
      A Chuteira de Ouro foi entregue ao grande craque Euzébio da seleção de Portugal, que foi o artilheiro do certame e o prêmio de melhor jogador jovem ao germânico Franz Beckenbauer.
     
     Seleções participantes: Inglaterra, Itália, Alemanha Ocidental, Hungria, Suíça, Portugal, França, União Soviética, Bulgária, Espanha, Brasil, Argentina, Chile, Uruguai, México e Coréia do Norte.
     

 

1970 – MÉXICO

 


      Na primeira Copa do Mundo disputada na América do Norte a Seleção Brasileira de futebol conquistou pela terceira vez o título da competição, ficando com a posse definitiva da Taça Jules Rimet.
      Na partida final os brasileiros derrotaram a Itália por 4 x 1 com atuações extraordinárias de jogadores como Gerson, Tostão e Pelé, sendo esta a última Copa do Mundo disputada pelo grande craque brasileiro. Jairzinho, atacante brasileiro fez gols em todas as partidas.
        A Alemanha Ocidental ficou com a terceira colocação e o Uruguai com a quarta posição. A chuteira de ouro foi entregue a Gerd Muller (Alemanha) e o prêmio de melhor jogador jovem a Teófilo Cubillas do Peru.
      O artilheiro da competição foi Gerard Muller da Alemanha Ocidental e as seleções que competiram foram: União Soviética, Bélgica, Itália, Suécia, Inglaterra, Romênia, Tchecoslováquia, Alemanha Ocidental, Bulgária, México, El Salvador, Uruguai, Brasil, Peru, Israel e Marrocos.



1974 – ALEMANHA

 


      A Alemanha Ocidental, anfitriã do torneio foi a grande vencedora desta Copa do Mundo, batendo a Holanda na final por 2 x 1 A Holanda surpreendeu o mundo com um futebol vistoso e diferente, que ganhou da crônica esportiva mundial o cognome de “Carrossel Holandês”. Era também chamada de “Laranja Mecânica”. Nela pontificava o futebol do craque Johan Cruyff
      A Polônia ficou com o terceiro lugar e o Brasil com a quarta colocação. A chuteira de ouro foi ganha pelo atacante Lato da Polônia, artilheiro da competição e o prêmio de melhor jogador jovem coube a Zmuda, da mesma seleção.

      Seleções participantes: Alemanha Ocidental, Alemanha Oriental, Iugoslava, Escócia, Holanda, Suécia, Bulgária, Polônia,e Itália,Chile, Brasil, Uruguai, Argentina, Haiti, Zaire e Austrália.

 

1978 – ARGENTINA

 

 


      Em mais uma edição da Copa do Mundo levada a efeito na América do Sul, coube aos anfitriões argentinos levantar a taça de campeões ao bater a Holanda por 3x1 na final no Estádio Monumental de Nuñes.
      O Brasil ficou com a terceira colocação e a Itália com a quarta posição. A Chuteira de Ouro foi entregue ao avante argentino Mário Kempes, artilheiro do torneio e o prêmio de melhor jogador jovem a Cabrini da Itália.

     Participaram desta competição: Alemanha Ocidental, Argentina, Áustria, Brasil, Escócia, Espanha, França, México, Itália, Irã, Holanda, Hungria, Peru, Polônia, Suécia e Tunísia.



1982 – ESPANHA

 


         A grande final da Copa do Mundo da Espanha foi realizada no Camp Nou, estádio do Barcelona e colocou frente a frente as seleções da Itália e da Alemanha Ocidental, com vitória da squadra azurra por 3 x 1. Com esse resultado os italianos se sagraram tricampeões mundiais de futebol.
         Coube à Polônia o terceiro lugar e à França a quarta colocação. A Bola de Ouro ficou a Paolo Rossi e a Chuteira de Ouro com o mesmo jogador. Por sinal, Paolo Rossi foi o carrasco da seleção brasileira nas quartas de final, marcando três gols.

        Países participantes:  Espanha, Brasil, Argentina, Alemanha, Itália, Inglaterra, Áustria, União Soviética, Polônia, Checoslováquia, Hungria, Iugoslávia, França, Bélgica, Irlanda do Norte, Escócia, Argélia, Camarões, Honduras, El Salvador, Kwait, Nova Zelândia, Chile e Peru.

        

 

1986 – MÉXICO

 


         De volta à América do Norte, a Copa do Mundo de 1986 foi realizada novamente no México, que sediara a competição com muito brilho em 1970.
         A Argentina apresentou ao mundo o jovem jogador Diego Armando Maradona. Esse atleta, na partida em que seu time superou a Inglaterra nas quartas de final, marcou um gol utilizando-se da mão, enganando a arbitragem. Depois driblou quase meio time adversário para marcar um gol antológico.   
         A França foi a terceira colocada e a Bélgica a quarta. A Bola de Ouro foi ganha por Maradona e a Chuteira de Ouro foi entregue ao britânico Gary Linneker.   

       Seleções que participaram da competição: Argentina, Itália, Bulgária, Coréia do Sul, México, Paraguai, Bélgica, Iraque, União Soviética, França, Hungria, Canadá, Brasil, Espanha, Irlanda do Norte, Argélia, Dinamarca, Alemanha Ocidental, Uruguai, Escócia, Marrocos, Inglaterra, Polônia e Portugal

 



1990 – ITÁLIA

 


                De volta ao Velho Continente, a Copa do Mundo foi disputada na Itália, mas coube à Alemanha Ocidental levantar o título ao derrotar a Argentina na final por 1x0. A Itália ficou com o terceiro lugar e a Inglaterra com a quarta posição. 
         A conquista da Copa do Mundo da FIFA 1990 representou um recorde pessoal para Franz Beckenbauer. O técnico da Alemanha entrou para a História ao lado de Zagallo como o segundo homem a conquistar o maior título do futebol mundial tanto como jogador quanto como treinador.
         Também nessa competição uma seleção africana chegou pela primeira vez às quartas de final. A façanha coube à seleção de Camarões que tinha em seu elenco o atacante Roger Milla de 38 anos de idade. 

        Países que competiram:  Itália, Checoslováquia, Áustria, Estados Unidos, Camarões, Romênia, Argentina, União Soviética, Brasil, Costa Rica, Escócia, Suécia, Alemanha Ocidental, Iugoslávia, Colômbia, Emirados Árabes, Espanha, Bélgica, Uruguai, Coréia do Sul, Inglaterra, Irlanda, Holanda e Egito

 

1994 – ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

 


         Os Estados Unidos organizaram com muito êxito a 15ª edição da Copa do Mundo da FIFA. O maior número de espectadores da história da competição assistiu ao Brasil comemorar o primeiro título mundial desde 1970. A dupla de ataque formada por Romário e Bebeto foi fundamental. Pelo lado da vice-campeã Itália, Roberto Baggio também brilhou apesar do pênalti perdido na final. A Suécia ficou em terceiro, e a maior surpresa foi a Bulgária, que também chegou às semifinais.
         O Brasil sagrou-se tetracampeão mundial ao derrotar a Itália na cobrança de penalidades máximas visto que o placar ficou em branco no tempo normal. A Suécia ficou com o terceiro e a Bulgária com o quarto lugar.
         O atacante brasileiro Romário ganhou o prêmio Bola de Ouro e a Chuteira de Ouro Adidas foi entregue aos jogadores Oleg Salenko da Rússia e Stoichohkov da Bulgária. Já o Prêmio Yashin de melhor goleiro foi para Michel Preudhomme da Bélgica e o de melhor jogador jovem a Overmars da Holanda.

        Participaram desta Copa do Mundo: Romênia, Suíça, Estados Unidos, Colômbia, Brasil, Suécia, Rússia, Camarões, Alemanha, Espanha, Coréia do Sul, Bolívia, Nigéria, Bulgária, Argentina, Grécia, México, Irlanda, Itália, Noruega, Holanda, Arábia Saudita, Bélgica e Marrocos.

 

1998 – FRANÇA

 


         A França teve um verão inesquecível em 1998. Sob a liderança do craque francês de origem argelina Zinedine Zidane, derrotou o Brasil na decisão pó 3 x 0 e chegou pela primeira vez ao título mundial na primeira Copa do Mundo da FIFA com 32 seleções
         A Croácia ficou com o terceiro lugar e a Holanda com a quarta posição no certame. A premiação dos atletas ficou assim: Ronaldo do Brasil ganhou a Bola de Ouro, Suker da Croácia ficou com a Chuteira de Ouro, o prêmio de melhor goleiro foi para Barthez da França e Michael Owens da Inglaterra como o melhor jogador jovem.

 

2002 – CORÉIA E JAPÃO

 

 

         A Seleção brasileira conquistou o pentacampeonato mundial em um certame marcado pela redenção de Ronaldo, que se recuperou do fracasso da final de 1998 e marcou oito gols, dois deles na decisão contra a Alemanha. A edição de 2002 foi a primeira Copa do Mundo da FIFA na Ásia e disputada em dois países.
         Na final o Brasil bateu a Alemanha por 2 x 0. O terceiro lugar na competição ficou com Turquia e o quarto com a Coréia do Sul, uma das anfitriãs e grata surpresa no torneio.
         Premiação: Oliver Khan, goleiro da Alemanha ficou com a Bola de Ouro, Ronaldo do Brasil com a Chuteira de Ouro, Prêmio Yashin para o melhor goleiro foi para Oliver Khan da Alemanha e o troféu de melhor jogador jovem ficou com Landon Donovan dos Estados Unidos.

       As seleções participantes foram: França, Dinamarca, Senegal, Uruguai, Espanha, Paraguai, África do Sul, Eslovênia, Brasil, China, Costa Rica, Turquia, Coréia do Sul, EUA, Portugal, Polônia, Irlanda, Alemanha,
Camarões, Arábia Saudita, Argentina, Nigéria, Inglaterra, Suécia, Itália,
México, Croácia, Equador, Japão, Rússia, Bélgica e Tunísia.

 

2006 – ALEMANHA

 


         Com uma equipe muito unida a Itália conquistou a Copa do Mundo realizada na Alemanha em 2006, derrotando na final a França na cobrança de pênaltis uma vez que no tempo normal o resultado foi de 1x1.
         A Alemanha, anfitriã do torneio ficou com o terceiro lugar e Portugal treinado pelo brasileiro Luiz Felipe Scollari na quarta colocação.
         O grande craque francês Zinedine Zidane recebeu a Bola de Ouro como melhor jogador da competição. Entretanto o jogador foi expulso por dar uma cabeça no adversário Materazzi já quase no final do jogo. Ele encerrou a carreira após a competição. Miroslav Close da Alemanha ganhou a Chuteira de Ouro, Buffon, goleiro da Itália recebeu o prêmio Yashin de melhor goleiro e Podolski da Alemanha foi  premiado como o melhor jogador jovem.


 

2010 - ÁFRICA DO SUL

 


        
A primeira Copa do Mundo realizada no continente africano foi vencido pela primeira vez pela seleção da Espanha que apresentou um futebol vistoso e envolvente. Foi muito bonito também o mundo poder apreciar a alegria do povo sul africano que, com suas “vuvuzelas” deram um sonido diferente nos modernos estádios preparados para a competição.
         Os espanhóis derrotaram na final a Holanda por 1x0 enquanto que a Alemanha com uma seleção remoçada ficou com o terceiro e o Uruguai com o quarto lugar.
         Diego Forlan do Uruguai recebeu a Bola de Ouro e Mueller da Alemanha a Chuteira de Ouro. Esse mesmo atleta ficou também com o prêmio de melhor jogador jovem. Casillas da Espanha recebeu o prêmio Luva de Ouro como melhor goleiro da competição.

 

2014 – BRASIL


         O Brasil está se preparando para sediar a 20ª Copa do Mundo de Futebol da FIFA. Os velhos estádios como o Maracanã (64 anos), Morumbi (55 anos) e outros mais antigos foram reformados ou reconstruídos, como o Estádio da Fonte Nova na Bahia.
Outros, como a Arena Corinthians foram construídos objetivando num primeiro momento atender a competição e posteriormente ser de uso do próprio clube, detentor de uma das maiores torcidas do país.
         As 19 edições da Copa do Mundo da FIFA foram vencidas por oito seleções diferentes. Pentacampeão mundial, o Brasil é o único país a ter disputado todos os torneios. Os outros títulos foram conquistados por Itália (quatro), Alemanha (três), Argentina (dois), Uruguai (dois), Inglaterra, França e Espanha.


       Os maiores artilheiros do Brasil nas Copas do Mundo são: Ronaldo (15 gols), Pelé: 12; Ademir, Jairzinho e Vavá: 9; Leônidas e Rivaldo: 8; Careca: 7.
Contando jogos oficiais e não oficiais os números são estes: Pelé: 95 gols; Ronaldo: 62; Romário: 65; Zico e Bebeto: 52; Jairzinho: 44. Na Seleção Brasileira que participará da próxima Copa o maior artilheiro é Neymar com 30 gols.
         A seguir, informações sobre o grande evento que acontecerá em nosso país nos meses de junho e julho deste ano.
Cidades-sede: São Paulo, Porto Alegre, Curitiba, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Natal, Fortaleza, Manaus e Cuiabá e Brasília.
         A partida de abertura da competição será realizada em São Paulo na nova Arena Corinthians e a final será no Rio de Janeiro no Estádio do Maracanã, palco da histórica Copa de 1950 de triste memória para os brasileiros.

        As seleções que estarão presentes são: Brasil, Argentina, Colômbia, Chile, Equador, Uruguai, Estados Unidos, Costa Rica,  Honduras, México, Coréia do Sul, Japão, Irã, Austrália, Nigéria, Costa do Marfim, Camarões, Gana, Argélia, Itália, Espanha, Bélgica, Holanda, Inglaterra, Alemanha, Rússia, Suíça, Bósnia, França, Portugal,Grécia e Croácia.

OS ESTÁDIOS DA COPA DO MUNDO NO BRASIL

 

Arena Amazonas, Manaus, AM

 

 

 Arena Castelão, Fortaleza, CE

 

 

Arena Corinthians, São Paulo, SP

 

 

Arena Pantanal, Cuiabá, MT

 

 

  Arena da Baixada, Curitiba, PR

 

 

 Arena das Dunas, Natal, RN



Arena Fonte Nova, Salvador BA

 

 

Arena Pernambuco, Recife, PE

 

 

  Estádio Beira-Rio, Porto Alegre, RS

 

 

 Estádio Mané Garrincha, Brasília, DF

 

 

 Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro, RJ

 

 

 Estádio do Mineirão, Belo Horizonte, MG

 

 

SELEÇÕES BRASILEIRAS DE TODAS AS COPAS

 

 

1930 - No Uruguai

 

 

1934 - Na Itália 

 

 

 1938 - Na França

 

 

 1950 - No Brasil

 

 

 1954 - Na Suíça

 

 

1958 - Na Suécia

 

 

1962 - No Chile

 

 

1966 - Na Inglaterra

 

 

 1970 - No México

 

 

 1974 - Na Alemanha

 

 

1978 - Na Argentina

 

 

 1982 - Na Espanha

 

 

1986 - No México

 

 

 1990 - Na Itália

 

 

1994 - Nos Estados Unidos

 

 

 1998 - Na França

 

 

No Japão e Coréia

 

 

2006 - Na Alemanha

 

 

 2010 - África do Sul

 

 

2014 - Seleção Brasileira campeã da Copa das
Confederações e que se prepara para a Copa do Mundo

 

 

OS MAIORES ARTILHEIROS DO BRASIL NAS COPAS DO MUNDO



Ronaldo - 15 gols

 

 

 Pelé - 12 gols

 

 

Ademir Menezes, Jairzinho e Vavá - 9 gols 

 

 

 Leônidas e Rivaldo - 8 gols

 

 

Careca - 7 gols

 

 

OS CAPITÃES NAS COPAS VENCIDAS PELO BRASIL



1958 - Bellini (Suécia)


1962 - Mauro Ramos (Chile)



1970 - Carlos Alberto Torres (México)



1994 - Dunga (Estados Unidos)



2002 - Cafu (Japão e Coréia)

  


OUTRAS PARTICIPAÇÕES RASILEIRAS



Arnaldo Cézar Coelho - Árbitro que apitou nas

 Copas de 1978 e 1982, esta na partida final

 

 

 Romualdo Arpi Filho - Apitou 3 jogos na 
Copa de 1986, inclusive a final  

 

 

 Fiore Giglioti - Radialista brasileiro que
transmitiu jogos em 10 Copas do Mundo

 

 

João Havelange, brasileiro que presidiu
a FIFA de 1974 a 1998.

 

 

 Joseph Blatter - Presidente da FIFA


Sede da FIFA em Zurique (Suíça)

 

 

Jules Rimet, francês idealizador da 
Copa do Mundo de Futebol



Taça Julles Rimet, conquistada em
definitivo pelo Brasil em 1970



Troféu Copa do Mundo FIFA
(em disputa a partir de 1974)



Estádio Azteca na Cidade do México, palco
da decisão da Copa do Mundo de 1970,
a primeira a ser transmitida ao vivo e em
 cores para o Brasil

 

 

SITES DAS MATÉRIAS:


http://pt.fifa.com/tournaments/archive/worldcup/ 

http://pt.wikipedia.org/wiki/Copa_do_Mundo_FIFA

 

 

SITES DAS FOTOS: 






http://www.copa2014.gov.br/pt-br/tags/est%C3%A1dios




LINKS DE MATÉRIAS CONTENDO CRÍTICAS FAVORÁVEIS OU CONTRÁRIAS Á REALIZAÇÃO DA COPA DO MUNDO NO BRASIL


Guga faz críticas à realização da Copa no Brasil

Governo prepara ofensiva contra críticas à Copa do Mundo


Parreira critica organização da Copa de 2014 e apóia protestos

http://www.portugues.rfi.fr/esportes/20140127-parreira-critica-organizacao-da-copa-de-2014-e-apoia-protestos

 

Bye bye coxinhas! O povo apóia a Copa do Mundo!

http://www.ocafezinho.com/2014/02/22/bye-bye-coxinhas-o-povo-apoia-a-copa-do-mundo/


 CONCLUSÃO


         Com esta postagem espero ter contribuído para melhorar os conhecimentos dos amigos (as) leitores sobre o assunto proposto.
         A TV Cultura nos anos setenta tinha à frente de suas transmissões esportivas o narrador Luiz Noriega e o comentarista Orlando Duarte, grande jornalista esportivo brasileiro que escreveu o livro “Todas as Copas do Mundo”. O slogan repetido naquelas transmissões era: “Esporte também é Cultura”.


SOBRE O AUTOR DA POSTAGEM


Wilson do Carmo Ribeiro é natural de Campos Novos Paulista, SP onde nasceu aos 16-07-1941. Industriário aposentado e pedagogo é casado com a professora Claudineide Marra Ribeiro com quem tem os filhos: Wilson Claudio (Selma); Eliane (Luiz Rodolfo), Flávia (Willy) e Artur (Catarina). Tem os netos: Guilherme, Mariana, Beatriz, Ana Carolina e Isabella.
Foi Vereador no Município de Mairinque, onde trabalhou também em emprego comissionado na Prefeitura Municipal. Durante quinze anos foi correspondente em Alumínio para jornal da região. Foi professor no primeiro e segundo grau durante 15 anos.
Atualmente dedica seu tempo a historiar cidades, igrejas presbiterianas (é presbítero nessa denominação evangélica desde 1975). e vida de obreiros.

E-mail: prebwilson@hotmail.com 


ATUALIZAÇÃO

 

 Realizada a Copa do Mundo no Brasil, o que se segue é um resumo do que foi a grande competição, com resultado final nada agradável aos brasileiros que sofreram a maior goleada em jogos pelo mundial, sendo derrotados pela Alemanha por 7x1 na semifinal e por 3x0 pela Holanda na disputa pelo terceiro lugar.

Transcrição da matéria publicada pela Wilipédia sobre a Copa do Mundo de 2014 no Brasil:

" Copa do Mundo FIFA de 2014 (também denominado Campeonato do Mundo foi a vigésima edição deste evento esportivo, um torneio internacional de futebol masculino organizado pela Federação Internacional de Futebol (FIFA), que ocorreu no Brasil, anfitrião da competição pela segunda vez. Com 12 cidades-sede, o campeonato começou a ser disputado no dia 12 de junho e terminou em 13 de julho. A edição de 2014 foi a quinta realizada na América do Sul, depois de a Argentina ter sediado o torneio pela última vez no continente em 1978. O Brasil foi a última sede do torneio mundial escolhida através da política de alternância de continentes, que foi iniciada a partir da escolha da África do Sul como a sede da Copa do Mundo de 2010

As seleções nacionais de 31 países avançaram através de competições de qualificação, que começaram em junho de 2011, para participar com o país anfitrião, o Brasil, no torneio final. Um total de 64 jogos foram realizados em doze cidades de todo o Brasil em estádios novos ou reconstruídos, iniciando o torneio com uma fase de grupos. Pela primeira vez em uma Copa do Mundo, as partidas usaram a tecnologia goal-line. No dia 15 de junho, na partida entre França e Honduras, aconteceu o primeiro gol oficial a utilizar o sistema.
Com o país anfitrião, todas as equipes campeãs do mundo desde a primeira Copa do Mundo, em 1930 (Uruguai, Itália, Alemanha, Inglaterra, Argentina, França e Espanha) qualificaram-se para esta competição. Nesta edição, a Alemanha sagrou-se campeã pela quarta vez (a primeira depois da reunificação do país),7 repetindo as vitórias nas edições de 1954, 1974 e 1990. Foi a primeira vez que uma seleção européia conquistou o título no continente americano. As quatro Copas do Mundo anteriores sediadas pela América do Sul foram todas ganhas por seleções sul-americanas.
De acordo com estatísticas da FIFA, esta foi a Copa mais poluente da história (2,72 milhões de toneladas métricas de dióxido de carbono), mas, ao mesmo tempo, a mais sustentável (os estádios construídos ou modernizados para a Copa adotaram tecnologias para aproveitar a água de chuva, a luz solar, fontes renováveis de energia e iluminação de baixo consumo energético, entre outras). Em uma conferência realizada na Cidade do Panamá em setembro de 2014 e organizada pela FIFA, os representantes de 45 federações afiliadas à CONCACAF e à CONMEBOL o trabalho realizado na Copa de 2014 como "o melhor futebol já visto na história dos Mundiais".

Fonte: wikipedia.org/wiki/Copa_do_Mundo_FIFA_de_2014


Copa do Mundo FIFA de 2014
2014 FIFA World Cup Brasil
Brasil 2014

Juntos num só ritmo1
Dados
Participantes
32
Organização
Anfitrião
Período
Gol(o)s
171
Jogos
64
Média
2,67 gol(o)s por partida
Campeão
Alemanha (4º título)
Vice-campeão
3º colocado
4º colocado
Melhor marcador
COL James Rodríguez – 6 gols
Melhor ataque (fase inicial)
Países Baixos – 10 gols
Melhor defesa (fase inicial)
1 gol:
Maior goleada
(diferença)
Brasil  1 – 7  Alemanha
Estádio MineirãoBelo Horizonte
8 de julho, Semifinais
Público
3 429 873
Média
53 591,8 pessoas por partida
Premiações
Melhor jogador
(FIFA)
Melhor goleiro
Melhor jogador jovem
Fair play




 

 

 

 



 


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário