quinta-feira, 6 de março de 2014

CIDADE DE OSASCO - FATOS E FOTOS DE SUA HISTÓRIA


INTRODUÇÃO



Assim como fiz em relação às cidades onde morei, achei por bem fazer uma postagem mostrando a História e outras informações sobre a progressista cidade de Osasco na região metropolitana de São Paulo. É uma urbe pujante e, já na década de 1960, atraiu todos os meus irmãos para trabalhar nas indústrias locais. Meus pais foram em seguida para morar perto dos filhos.
         Eu, com um emprego e uma carreira bastante promissora na localidade de Alumínio (Grupo Votorantim), preferi continuar onde estava. Foram trinta e um anos de trabalho na indústria, e paralelamente, outros quinze no magistério. Minha esposa, assim como eu, também se tornou professora e se aposentou depois de vinte e nove anos lecionando para o Governo do Estado de São Paulo.
         Dois filhos e duas filhas que Deus nos deu hoje estão casados e trabalhando em suas áreas de formação e vocação. Mas volto a falar de Osasco, que é o tema deste trabalho.
         Como disse anteriormente, meus pais se mudaram para  Osasco no início da década de 1970. Lá já estavam trabalhando meus irmãos mais novos, Nilson, José, Benedito e Nivando. José na área de eletricidade, os demais nas atividades ligadas à mecânica.
         Meu pai, Durvalino Antonio Ribeiro morava no Jardim Novo Osasco, bairro ainda em expansão. Alguns dos irmãos também residiam lá. Uma vez por mês eu ia até eles com minha família e nos reuníamos na casa de “nossos velhos” passando um domingo muito feliz. As crianças (os filhos do José – Marco Antonio e Silvia) e os do Nivando ( Paulo Rodrigo, Sergio e Eloisa) nasceram em Osasco. 
        Nosso pai faleceu em circunstâncias trágicas em 04-01-1979 e está sepultado no cemitério Santo Antonio.
        
Na fotomontagem, à esquerda o empresário Marco Antonio Ribeiro e à direita os irmãos Paulo Rodrigo Ribeiro (Engenheiro) e Sergio Fernando (Piloto de Arrancada) da equipe Peninha Street, mantida pelo centro automotivo de propriedade deles com o pai no Jardim Cipave.

OSASCO QUE CONHECI 


         Meu primeiro contato com Osasco aconteceu em setembro de 1959. Na verdade eu passei pela estação ferroviária local várias vezes, indo e voltando a São Paulo para fazer uma cirurgia na Santa Casa no Largo do Arouche. Esse procedimento foi necessário para que eu pudesse ingressar como empregado na Cia. Brasileira de Alumínio, o que ocorreu em 02-01-1960.
         Depois veio a fase já relatada nos anos sessenta e setenta com grande parte da família morando na cidade, sendo Osasco ainda um Distrito da cidade de São Paulo. O desenvolvimento da cidade era acelerado, porém devido ao grande número de famílias que vinham de outros lugares, as carências eram muitas. A maioria das casas na periferia apresentava falta de acabamento externo.
         Com o passar dos anos nossas idas a Osasco diminuíram, visto que minha mãe, agora viúva, voltara residir em Alumínio, assim como dois de meus irmãos. No entanto continuamos ligados à cidade, agora pujante e bonita visto que lá continuam residindo dois de meus irmãos, filhos e netos.
       

 

A HISTÓRIA DO MUNICÍPIO 



“Quando de sua chegada ao Brasil, em 1893, Antônio Agú, adquiriu terras circunvizinhas à Capital Paulista, e nelas se fixou. Objetivando transformá-la num grande centro agrícola, procedeu ao seu loteamento e, assim, outros italianos foram chegando e instalando chácaras para produção de uva e limão.
Entre os diversos empreendimentos, Antônio Agú montou uma olaria, uma fábrica de tecidos e uma cartonagem, em sociedade com Narciso Sturlini. Em 1895, construiu uma estação ferroviária ofertando à Estação de Ferro Sorocabana, hoje FEPASA (da qual era funcionário), pedindo à Diretoria da Empresa que a essa estação fosse dado o nome de Osasco, homenagem à sua Cidade natal, na Itália.
Dentre os novos imigrantes estava o banqueiro João Brícola, que havia construído uma casa de campo na região e deu apoio a Antônio Agú, na escolha do nome de Osasco.
Em 1918, foi criado o Distrito de Paz, e 1938 e 1944, passou à Zona Distrital (15ª) do Distrito-sede do Município de São Paulo e a 14º. Subdistrito, respectivamente.
Em 1953 começou a luta pela emancipação, realizando-se a 13 de dezembro desse ano, o primeiro plebiscito. Cinco anos depois, o segundo plebiscito aprovou a emancipação de Osasco.
Embora o resultado do segundo plebiscito tenha sido homologado, decorreu muito tempo para que a questão ficasse definitivamente resolvida. O desligamento de Osasco, da Capital, somente ocorreu com a realização em 4 de fevereiro de 1962, da eleição para a primeira administração.

FORMAÇÃO ADMINISTRATIVA

Distrito criado com a denominação de Osasco, por Lei Estadual nº 1634, de 31 de dezembro de 1918, no Município de São Paulo.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o Distrito de Osasco figura no Município de São Paulo.
Em divisão territorial datada de 31-XII-1936, o Distrito de Osasco permanece no Município de São Paulo.
Em divisão territorial datada de 31-XII-1937, Osasco é Distrito judiciário e pertence ao mesmo Município de São Paulo.
No quadro anexo ao Decreto-lei Estadual nº 9073, de 31 de março de 1938, Osasco figura no Município de São Paulo como simples zona do Distrito de São Paulo.
No quadro fixado, pelo Decreto Estadual nº 9775, de 30 de novembro de 1938, para 1939-1943, Osasco permanece com sede no Distrito de Osasco, desmembrado do Município de Itapecerica da Serra e parte dos Distritos das sedes dos Municípios de Itapecerica da Serra e Cotia.
Em divisão territorial datada de 01-VII-1960, o Município de Osasco figura apenas com o Distrito sede, comarca de Itapecerica da Serra.
Elevado à categoria de município com a denominação de Osasco, por Lei Estadual nº 5285, de 18 de fevereiro de 1959, desmembrado de São Paulo. Constituído do Distrito Sede. Sua instalação verificou-se no dia 19 de fevereiro de 1962.
Em divisão territorial datada de 01-VI-1995, o município é constituído do Distrito Sede.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 15-VI-1999.
GENTÍLICO: OSASQUENSE”






Fonte:http://www.citybrazil.com.br/sp/osasco/historia-da-cidade



INFORMAÇÕES SOBRE O MUNICÍPIO


É a quinta maior cidade do Estado de São Paulo.

Osasco é uma das cidades com maior índice de desenvolvimento do Estado. Conhecida como “cidade-trabalho”, destaca-se pelo empreendedorismo da sua população, que já ultrapassou a marca de 700 mil habitantes. Para se ter idéia, Osasco tem a 5ª maior população do Estado de São Paulo e o 10º PIB entre os municípios brasileiros.


Uma economia pujante


Porta de entrada da região Oeste da Grande São Paulo, a cidade vive um dos melhores momentos de sua história. O município é, hoje, retrato vivo de uma economia dinâmica, sustentável e com forte progresso social.

Um desenvolvimento promovido por indústrias, empresas do comércio varejista e atacadista e prestadores de serviço, que atraíram para a cidade Federações, Associações e outros importantes órgãos de apoio e representação da atividade produtiva.

Osasco é a capital regional da Zona Oeste da Região Metropolitana de São Paulo. Aqui estão as sedes do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo – CIESP, da Federação das Associações Comerciais – FACESP, do Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa – SEBRAE, Junta Comercial e sindicatos, além de unidades do SENAI e SENAC.

Aqui também estão instaladas algumas das empresas que mais movimentam a economia brasileira, como a matriz do Banco Bradesco, uma das maiores instituições financeira privada do País; o SBT, segunda maior rede de televisão em nível nacional; o parque gráfico do jornal Diário de São Paulo; a Submarino, maior empresa de comércio eletrônico brasileiro; e o centro de distribuição de grandes empresas como McDonalds, Ponto Frio e Coca-Cola.

Como pólo comercial, Osasco é a cidade da Grande São Paulo que mais atrai investimentos. No setor varejista e atacadista, destacam-se o hipermercado Wal-Mart, que instalou em Osasco sua primeira loja  em território brasileiro, o Sams Club Atacadista, o Carrefour, o Makro e dois grandes shoppings centeres.

Por outro lado, as micro e pequenas empresas praticamente duplicaram sua participação na geração de empregos formais, passando de 20% para 40% nos últimos 20 anos. Comerciantes em sua maioria, esses empreendedores representam mais de 9 mil estabelecimentos. Muitos deles, de comerciantes da colônia Armênia de Osasco, estão localizados na rua Antônio Agu, tradicional via de comércio popular de alcance regional por onde passam, diariamente, mais de 100 mil pessoas. Movimento superado, em toda a Região Metropolitana de São Paulo, apenas pela rua 25 de Março, na Capital.

Outro pólo regional de consumo é a avenida dos Autonomistas, que em seus 10 quilômetros de extensão, comporta hipermercados, universidades, lojas de automóveis e um shopping center.

Juntos, comércio e serviços movimentam a economia de Osasco criando, a cada mês, 250 novos empreendimentos.

  Logística privilegiada


Os 67 quilômetros quadrados de área de Osasco são cortados por rodovias, grandes avenidas e ramais ferroviários e hidroviários que oferecem diversas possibilidades de logística, além de aceso direto à cidade de São Paulo.

Com acesso fácil às marginais Pinheiros e Tietê, cortada por três importantes rodovias - Castelo Branco, Raposo Tavares e Anhangüera, e por grande parte da extensão do Rodoanel (sistema viário que visa otimizar o transporte o transporte e distribuição de cargas na região Metropolitana de São Paulo), Osasco tem uma localização privilegiada que atrai ainda mais empresas e empregos para seu território.

A construção do trecho Sul do Rodoanel facilitará o aceso ao complexo Anchieta-Imigrantes, ao porto de Santos, à região do ABC Paulista e à zona Leste da Capital. Atualmente, o trecho Oeste, que corta Osasco, possibilita rápido deslocamento para as cinco rodovias interligadas por esse anel viário.

A rede ferroviária que serve a cidade é composta por 5 estações e 2 linhas de trem. Este ramal é responsável pelo transporte de 15 milhões de passageiros por ano, entre a região e a Capital.

Com a revitalização das ferrovias em todo o País, a infra-estrutura de trilhos disponível em Osasco permite criar novas soluções para o transporte de cargas, ampliando as opções de logística para as empresas.

Além disso, o projeto de navegabilidade do Rio Tietê irá ampliar as opções de transporte em Osasco. Assim que for concretizado, acidade poderá receber terminais intermodais de transporte rodo-ferro-fluvial, que facilitarão o escoamento de cargas.


Osasco em números
Área: 64 Km² 
Habitantes: 666.740 (fonte IBGE – posição de 2010) 
Eleitores Aptos: 533.067 (fonte TSE - Dezembro/2011) 
PIB - 4º maior do Estado e 11º do Brasil - R$ 39,28 Bilhões 

Ranking Estadual da População: 5º maior município do Estado de São Paulo.




FOTOS QUE NOS DÃO UMA MOSTRA DO QUE É OSASCO

 

Administração Municipal 

 

Jorge Lapa - Prefeito 

 

 Valmir Prascidelli - Vice-prefeito

  

Mesa Diretora da Câmara - Biênio 2013-2014

Vereadores à Câmara Municipal (2013-2016)


Alex Academia, Aluisio Pinheiro, André Sacco, 

Andrea Capriotti, Batista Comunidade, Branco, 

Cláudio da Locadora, De Paula,  Dinei Simão,

Jair Assaf,  Josias da Juco, Karen Gaspar,

 Maluco Beleza, Mário Luiz Guide, Mazé Favarão,

 Rogério Lins, Rogério Silva, Sebastião Bognar, 

Toniolo, Valdir Roque, Valdomiro Ventura

 

 EVOLUÇÃO DA HISTÓRIA POLÍTICO-ADMINISTRATIVA

   Transcrevemos nota que mostra como foram os primeiros passos de Osasco após sua emancipação político-administrativa:

"...Depois de muita manifestação, inclusive com marchas à Assembleia Legislativa e ao Palácio do Governo, as eleições finalmente ocorreram e Hirant Sanazar foi eleito o primeiro prefeito de Osasco, em 4 fevereiro de 1962. Ele obteve 9823 votos, dos 23283 votos válidos.

Em 7 de fevereiro ocorreu sua diplomação, junto com os vereadores eleitos e, no dia 19 de fevereiro, aconteceu sua posse, fato que tornou Osasco oficialmente uma cidade.


Hoje, Osasco ocupa o posto de 12ª maior economia no País e da 5ª maior cidade no Estado de São Paulo. Parabéns, Osasco!

A Formação da Câmara Municipal 

A primeira formação de vereadores da Câmara Municipal de Osasco foi assim composta:
Orlando Calasans (presidente), Alfredo Thomaz (vice-presidente), Adevaldo José de Castro (1º secretário), Clóvis Carrilho de Freitas (2º secretário), Clóvis Assaf (3º secretário), Anizio Nunes, Aymoré de Mello Dias, Benedito Ventura Nitão, Cid Sergio Alcântara Von Puttkammer, Esmeraldo Vieira Malagueta, João Catan, João Emílio Bornacina, João Gilberto Port, Joaquim Fraga, José Guizi, Marino Lopes, Moacyr de Araújo Nunes, Osler de Almeida Barros, Octacílio Firmino Lopes, Pedro Furlan, Primo Broseghini, Vicente Florindo Netto e Wilton Pereira da Silva.


Os suplentes foram André Bogasian, Caetano Sanches, Hugo Crepaldi Filho, Irany Pavão, José Cordeiro, José Costa Aquino, José Silva Ferreira, Ricardo Trípoli."

Fonte:  http://www.camaraosasco.sp.gov.br/noticias/2012/0219.htm





Edifício da primeira Câmara Municipal



 Hirant Sanazar toma posse como primeiro
Prefeito eleito ( 19-02-1962)



Orlando Calasans - 1º Presidente
da Câmara Municipal 


 Ex Prefeito José Liberatti



 Ex Prefeito Guaçu Piteri



 Ex Prefeito Francisco Rossi



 Ex Prefeito Humberto Parro



 Ex Prefeito Celso Giglio




Ex Prefeito Emidio de Souza


FOTOS DA CIDADE DE OSASCO


  EDUCAÇÃO E CULTURA

 Alunos da Escola Estadual Armando Gaban

 

Baby School Escola de Ed. Infantil bilíngue

  

 Escola Alice Velho Teixeira

 

 

 Centro de Educação Unificado José Saramago

  

Escola Clara Luz

  

 Escola de Ginástica Artística Ayrton Senna


Escola Park k. 18

 

 

 Escola SENAI Nadir Figueiredo


Escola Técnica Estadual de Osasco


Grupo Escolar Assis Chateaubriand (1962)

 

 EE Prof. José Liberatti - 2008


Picadeiro Grupo Escola


Centro de Eventos Pedro Bertolosso


Casa do Violeiro de Osasco



Espaço Cultural Grande Otello


Museu Dimitri


Teatro Municipal


Biblioteca Municipal


Borboletário


Casa da Cultura e Cidadania


Fundação Bradesco


Projeto Cultura na Veia


Escotismo


SAÚDE

 

 

Hospital e Maternidade Renascença

 

  

Hospital e Maternidade Amador Aguiar



Hospital e Maternidade Cruzeiro do Sul


 Hospital e Maternidade Sino Brasileiro



Hospital Municipal Antonio Giglio



Hospital Regional de Osasco



Hospital Montreal



Pronto Socorro Municipal



SEGURANÇA


 Fórum



 Delegacia Seccional de Polícia

  

 Cadeia pública de Osasco

  

Quartel do Exército em Quitaúna 

 

Tropa do 14º Batalhão da Polícia Militar - Osasco 

 

 Comemorações alusivas ao 121 anos da PM em Osasco

 

 

 Viaturas da PM em Osasco

 

 Guarda Civil Municipal

 

 Treinamento de Tiro na GCM

 

Motos da GCM

 

INDÚSTRIA E COMÉRCIO

 

 

 AVON

 

 Abb Motors & Generations Service


Mecânica Jaraguá



Meritor



OSRAM



White Martins



 Comercial e Industrial Anhanguera



EMPLAL



Eternit




 Centro de Distribuição Jequiti



Calçadão de Osasco




Carrefour



Sede do SECOR


 ARQUITETURA

 

 Arco das Bandeiras

 

Bairros do centro em 1º plano

e Jardim Bela Vista

 

 

 Cemitério Santo Antonio

 

 

 Centro da Ciudade

 

Cidade de Deus (Bradesco)

   

Edifício espelhado na Bela Vista 

  

Osasco Plaza Shopping

  

Monumento na Vila Yara

  

 Rua Primitiva Vianco no centro da cidade


Rua Antonio Agu

  

Ponte Metálica

  

Condomínio Vertical no Jd. Novo Osasco


ESPORTES

 

 A.E.R. e Cultural de Osasco

 

 

 Basquete Masculino

 

 

CCT do Jd. Cipava - Grêmio Osasco

  

 Ginásio Municipal de Esportes Prof. José Liberatti

 

 Ciclismo comemorando aniversário

 

 Pugilismno

 

 Audax

 

Estádio do Grêmio sasco

 

Grupo Oz Bickers

 

Volley Feminino campeão da Superliga 

 

Hector Assunção - piloto de motociclismo

 

Sergio Fernando - piloto de automobilismo

modalidade Arrancada 

 

HISTÓRICAS

  

Antonio Giuseppe Agu

Fundador de Osasco 

 

 Estação de Osasco em 1895

  

 Primeiro frigorífico

 

 Fazenda de Antonio Agu

 

Grupo Escolar de Osasco - 1925

 

Osasco em 1940

 

 Osasco em 1956

 

 Antiga fachada da Cobrasma

 

 

 Ônibus da linha Osasco - Lapa (S. Paulo)

  

Construção da Praça Antonio Menck

 

 Osasco em 1969

  

 Antiga fábrica de tecidos de algodão

  

Trânsito na Av. Antonio Agu em 1962 

  

 

 Primeira Catedral

 

Primeiro Cinema - 1922

 

Osasco da Itália (aonde nasceu Antonio Agu)

 

 

 Sr. Agop recepciona o Governador Adhemar de Barros

 

SOBRE O AUTOR DA POSTAGEM

 


Wilson do Carmo Ribeiro é natural de Campos Novos Paulista, SP onde nasceu aos 16-07-1941. Industriário aposentado e pedagogo é casado com a professora Claudineide Marra Ribeiro com quem tem os filhos: Wilson Claudio (Selma); Eliane (Luiz Rodolfo), Flávia (Willy) e Artur (Catarina). Tem os netos: Guilherme, Mariana, Beatriz, Ana Carolina e Isabella.
Foi Vereador no Município de Mairinque, onde trabalhou também em emprego comissionado na Prefeitura Municipal. Durante quinze anos foi correspondente em Alumínio para jornal da região. Foi professor no primeiro e segundo grau durante 15 anos.
Atualmente dedica seu tempo a historiar cidades, igrejas presbiterianas (é presbítero nessa denominação evangélica desde 1975). e vida de obreiros.
E-mail: prebwilson@hotmail.com


Outros trabalhos sobre cidades  ou assemelhados do autor são: 

- Cidade de Alumínio - Fatos e Fotos de Sua História http://wilson-ribeiro.blogspot.com.br/2011/10/cidade-de-aluminio-fatos-e-fotos-de-sua.html

- Alumínio - História Ilustrada do Município:  http://wilson-ribeiro.blogspot.com.br/2012/12/aluminio-historia-ilustrada-do-municipio.html

- Companhia Brasileira de Alumínio - 57 Anos http://wilson-ribeiro.blogspot.com.br/2012/06/companhia-brasileira-de-aluminio-57.html



História de Igrejas:

 - Primórdios do Presbiterianismo em Sorocaba: http://wilson-ribeiro.blogspot.com.br/2011/03/primordios-do-presbiterianismo-em.html

- O Presbiterianismo em Alumínio:
http://wilson-ribeiro.blogspot.com.br/2011/03/o-presbiterianismo-em-aluminio_594.html

- O Presbiterianismo em Mairinque:
http://wilson-ribeiro.blogspot.com.br/2011/03/o-presbiterianismo-em-mairinque.html

- Igreja Presbiteriana de Araçoiaba da Serra:
http://wilson-ribeiro.blogspot.com.br/2011/03/historia-da-igreja-presbiteriana-de.html

- Igreja Presbiteriana Rocha Eterna de Sorocaba:
http://wilson-ribeiro.blogspot.com.br/2011/09/hiistoria-da-igreja-presbiteriana-rocha.html

- Igreja Presbiteriana Filadélfia de Sorocaba:
http://wilson-ribeiro.blogspot.com.br/2011/05/igreja-presbiteriana-filadelfia-de.html



Missões: 


Uma Obra Missionária no Japão: http://wilson-ribeiro.blogspot.com.br/2012/07/uma-obra-missionaria-presbiteriana-no.html

Nossa Missão: http://wilson-ribeiro.blogspot.com.br/2011/05/conhecendo-uma-obra-missionaria.html

Claudino Marra e dona Antonia em Guanhães:
http://wilson-ribeiro.blogspot.com.br/2012/03/claudino-marra-e-dona-antonia-vida.html


O Menino da Pindaíba (Crônica autobiográfica) http://wilson-ribeiro.blogspot.com.br/2012/03/claudino-marra-e-dona-antonia-vida.html

  

AGRADECIMENTOS

 

Agradeço os sites que se seguem, sem os quais não seria possível a elaboração deste trabalho.

Reafirmo que este blog não tem qualquer finalidade lucrativa.

http://www.camaraosasco.sp.gov.br/noticias/2012/0219.htm




Um comentário:

  1. Parabéns pelo tempo dedicado à pesquisa Wilson, ficou bem detalhado! Osasco, apesar da má administração atual, tem uma história muito interessante. Além de um grande desenvolvimento.

    ResponderExcluir