segunda-feira, 22 de maio de 2017

MAIRINQUE E A IMPRENSA

APRESENTAÇÃO

         Assim como fizemos com outros sub títulos de nossa postagem denominada Pequena História do Município de Mairinque, estamos elaborando também este trabalho, dando-lhe uma formatação própria e enriquecendo-o com fotos das pessoas citadas no texto.
         Trata-se de matéria publicada na Revista Mairinque 94 Anos – Edição Comemorativa, sendo que um exemplar da mesma está guardada em nosso arquivo pessoal.
Vamos ao texto:

Assim como Mairinque já teve seus primeiros clubes, primeiras escolas, também preencheu nossa História seus primeiros jornais. Tivemos como primeiro jornal o "25 de Julho" - fundado em 1925 - O ORGAM OFFICIAL da Sociedade Beneficente "25 de Julho" que teve como redator Admur Antunes. Os primeiros números foram rodados na "Typographia Democrata", movida à eletricidade.
Fazia parte da Biblioteca "25 de Julho", hoje situada em Sorocaba, formada por ldaco Bertolini. Atualmente na sede da biblioteca em Sorocaba, existe uma foto do fundador da biblioteca e do jornal. O local da Sociedade Beneficente "25 de Julho" aqui em Mairinque, era situado onde hoje é a Academia da Mariângela.
O segundo jornal foi o "Mayrink Jornal" tendo como primeiro número em 21 de maio de 1949.
Sua sede era na antiga rua nº 3. Tinha como equipe: Presidente - Arganauto Ortolani; Redator Chefe - José Bertolini; Diretor Comercial - Fadul Bussamara; Secretário - Salvador de Camargo; Redator esportivo - Florindo Camargo.
Em 1951 aproximadamente, a equipe do jornal montou em Mairinque uma gráfica própria que imprimia o mesmo. Tivemos também o "MK em Noticias", cujo editor era Nilson Bertolini. Mais tarde em 01 de junho de 1981 foi fundado o MK Cidade por João Roberto Pinto Figueiredo e Mário Cesár J. M. Cintra, que depois cedeu suas quotas para Nélson Bertolini. Atualmente está circulando o nº 85 do jornal. Em janeiro de 1982, Paulo Assini Jr. e Eduardo José de Oliveira, fundaram o "Jornal de Mairinque", circulando cerca de 9 números de agosto de 1982 aproximadamente.
Circulou também uma revista intitulada "O Milagroso" editada pelo supermercado O Milagroso, de Narciso Joaquim Magalhães. O seu editor era Nelson Bertolini; o Chefe de artes: Mizael Vitório Garbim. O primeiro número circulou em março de 1973 e era mensal.

FOTOS DE ALGUMAS DAS PESSOAS MENCIONADAS NO TEXTO


Arganauto Ortolani


Nelson Bertolini



Toco Dias



Reinaldo Nunes


INFORMAÇÕES SOBRE IDACO BERTOLINI

Filho de Francisco Bertolini e Olympia Luchesi Bertolini, é natural de Piére Del’Afoscana na Itália onde nasceu aos 17-09-1881, tendo vindo com a família para Mairinque quando era muito novo.
Principal atividade: Pedreiro, tendo participado da construção da estação ferroviária da cidade, a primeira a ser edificada em concreto armado no Brasil. Participou da construção das casas da EFS na cidade.
Era um benemérito, sendo sempre um amigo disposto a trabalhar por tudo que fosse de interesse para o lugar. Foi casado com Judith da Costa Neves e teve os filhos Bruno, Francisco Rodolfo, Brasilina e Orphea, aqui residentes.

Participou da construção das casas da EFS na cidade.
Era um benemérito, sendo sempre um amigo disposto a trabalhar por tudo que fosse de interesse para o lugar. Foi casado com Judith da Costa Neves e teve os filhos Bruno, Francisco Rodolfo, Brasilina e Orphea, aqui residentes.


Natural de Sorocaba veio residir em Mairinque ainda criança e aqui viveu muitos anos de sua juventude. Casado com a professora Aparecida Dias Bertolini com quem teve a filha Raquel.
Principais atividades no Município: Magistério, jornalismo e organização da Festa do Pêssego.
Fonte: Livro Caminhos Percorridos (João R. Pinto Figueiredo - Pelica)


DOIS ÓRGÃOS DA IMPRENSA EM MAIRINQUE

"Caminhos Percorridos" (março de 1984), publicação
da imprensa mairinquense que marcou época
e é com satisfação que publicamos as matérias
nela contidas com a devida autorização de seu editor
Editor: João Batista Pinto Figueiredo, Pelica.



"Mairinque 94 Anos - Edição Comemorativa"
foi uma publicação extremamente importante
na imprensa de Mairinque. Tanto que 28 anos
depois a própria revista se tornou parte da
história

Equipe da Edição Comemorativa Mairinque 94 Anos: 

Edição Comemorativa
Mairinque - ( 94 Anos)
Realização: MOMENTO

Publicidade & Promoções Rua Dr. Gaspar Ricardo Jr., 30.
Fone, 428.3149
Capa: Toco
Diagramação:
Reinaldo Nunes  e Toco
Ricky E. Takeyama
Past-up e Apoio Visual Reinaldo Nunes, Toco
Ricky E. Takeyma
Fotolito:
Graphis Programação Visual
Redação:
Regiane A. Barros


CONCLUSÃO


         Este trabalho pode ser melhorado através de críticas construtivas e sugestões. É assim que tenho feito com todas as postagens publicadas em meu blog.

        Portanto, se você tiver qualquer contribuição a fazer, poderá entrar em contato comigo através do e-mail indicado no final desta publicação.


SOBRE O AUTOR DA POSTAGEM


Wilson do Carmo Ribeiro é industriário aposentado, professor e historiador diletante. 
É presbítero emérito da Igreja Presbiteriana do Brasil.

E-mail: prebwilson@hotmail.com







Nenhum comentário:

Postar um comentário