quinta-feira, 17 de setembro de 2015

DORCAS - A COSTUREIRA AMADA

APRESENTAÇÃO

        
Este é mais um estudo que estamos publicando como parte da série “Mulheres da Bíblia”.  Selecionamo-lo na internet, levando-se em conta suas características, e em especial seu conteúdo e também por não ser tão breve nem muito longo.
         Espero que os leitores façam bom proveito de mais uma lição que nos deixou uma personagem marcante relatada na Bíblia, a Palavra de Deus. A personagem focalizada hoje é Dorcas.



“QUEM FOI ESTA MULHER?
Atos 9:36-42

Dorcas, era uma judia cristã que vivia em Jope, tinha não só um nome grego, mas também em aramaico, chamada por Tabita, cujo significado era “gazela”, um animal que anda pelas alturas, protegendo o rebanho e estando alerta para adverti-lo dos perigos. Assim era comparada a solicitude daquela mulher: sempre pronta a proteger alguém do alto de sua alma nobre.
QUEM FOI ESTA MULHER?
Não se faz nenhuma menção, nas Escrituras Sagradas, sugerindo que ela fosse casada, ou que tivesse alguma família. Portanto, podemos deduzir que ela morava sozinha e que era costureira (At. 9:36-39).
Dorcas foi chamada por Lucas, que escreveu o Livro de Atos dos Apóstolos, de discípula, o que significa que ela era uma seguidora de Jesus Cristo (cf.At.9:36).
SEU COMPROMISSO COM CRISTO E A IGREJA
• Dorcas era uma discípula de Jesus.
• Dorcas amava o Mestre e se sentava aos seus pés, o ouvia e o obedecia.
• Dorcas servia numa congregação cristã em Jope.
• Dorcas era sensível às necessidades das pessoas ao seu redor.
• Dorcas usava o seu talento e suas mãos para fazer roupas para os pobres, principalmente para as viúvas. Ela confortava e ajudava os necessitados e levava a alegria a muitas pessoas. Ela era amada por muitos em Jope.
• Dorcas negava todos os seus direitos em favor do Reino de Deus.
• Dorcas certamente permitia que o Espírito da Verdade condenasse os seus erros, senão, ela dificilmente passaria todo o seu tempo fazendo o bem, conforme vemos em At. 9:36b.
• Dorcas é a única mulher mencionada na Bíblia a quem se aplica a forma feminina da palavra discípulo, ou seja, seguidora de Jesus, aquela que se senta aos pés do seu Mestre.
Verdadeiramente, a sua vida foi um exemplo para as nossas vidas! E as nossas vidas? São exemplos?
1 – Como discípulo, eu me deleito lendo a Bíblia diariamente para conhecer a vontade de Deus para a minha vida?
2 – Como discípulo, eu tenho permitido que o Espírito da Verdade condene os meus erros? Que ele corrija as minhas faltas? Que me ensine a viver corretamente?
3 – Como discípulo, eu sinto alegria no coração quando ouço pregações sobre o meu Salvador?
4 – E ao mesmo tempo eu me sinto confrontado no meu íntimo quando a Palavra da Verdade entra no meu interior e aponta os meus erros?
5 – Como discípulo, eu estou disposto a substituir quem eu sou por quem Deus é?
6 – O que eu estou fazendo para servir ao meu próximo da melhor maneira possível?
7 – Como estou agindo ao perceber a necessidade do meu irmão?
8 – Como estou usando o dom e as habilidades que Deus me deu?
9 – Sou sensível às necessidades do meu próximo?
Qual é o fruto do Espírito Santo? (Vamos ler Gálatas 5:22,23)
A história de Dorcas é realmente muita bonita e muito cheia de amor pelas pessoas. Ela era boa e tinha um bom coração, mas, era humana e, um dia, ela tinha que morrer.
A sua morte foi chorada e lamentada por muitas pessoas, mas, desta vez, ela nada pôde fazer para aliviar o sofrimento deles.
O Senhor, no entanto, estava com eles!
A Bíblia nos diz que: “…quando os seguidores de Jesus em Jope souberam que Pedro estava em Lida [perto de Jope], enviaram dois homens para levar-lhe o seguinte recado: – por favor, venha depressa até Jope!” (cf. At.9:38).
Pedro, prontamente, atendeu ao chamado deles e foi para Jope. Chegando lá, viu várias pessoas chorando a morte de Dorcas.
Algumas viúvas mostravam as túnicas e roupas que elas lhes havia dado.
Pedro então mandou que todos se retirassem do quarto e em seguida se ajoelhou e orou, e ao se aproximar dela disse:
“Tabita, levante-se ! Ela abriu os olhos e, quando viu Pedro, sentou-se. Pedro pegou a pela mão e ajudou-a a ficar de pé. Em seguida chamou toda a gente da Igreja, inclusive as viúvas, e a entregou a elas viva”. (At.9:40b-41)
CONCLUINDO…
Vale ou não vale a pena ser um seguidor do Nosso Senhor Jesus Cristo?
Eu quero ser um discípulo e seguidor de Jesus.
Eu quero…
• Seguir os Seus ensinamentos.
“E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o Evangelho a toda criatura” (Marcos 16:15);
• Seguir o seu modo simples de vida.
“E disse-lhe Jesus: As raposas tem covis, e as aves do céu, ninhos, mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça” (Lucas 9:58);
• Seguir os seus passos falando da vida eterna aos perdidos.
“Aquele que crê no Filho não é julgado; mas quem não crê já está julgado porque não crê no Filho único de Deus” (João 3:18);
• Seguir os seus passos orando ao Pai.
“E aconteceu que naqueles dias subiu ao monte a orar, e passou a noite em oração a Deus”(Lucas 6:12);
• Seguir os seus passos amando os necessitados.
“Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimido, e eu vos aliviarei” (Mateus 11:28)
Assim como Dorcas que glorificou a Deus através de seus atos de bondade, glorifiquemos também ao Senhor sendo homens e mulheres generosos, de coração sensível e sempre prontos para ajudar os necessitados.
Quantos de nós possuem talentos dados por Deus e se esqueceu de usá-los para ajudar alguém?
Procuremos ter um coração amoroso e sensível, pois isto é o que agrada ao Senhor.”




CONCLUSÃO

         Este trabalho pode ser melhorado através de críticas construtivas e sugestões. É assim que tenho feito com todas as postagens publicadas em meu blog.
        Portanto, se você tiver qualquer contribuição a fazer, poderá entrar em contato comigo através do e-mail indicado no final desta publicação

SOBRE O AUTOR DA POSTAGEM


Wilson do Carmo Ribeiro é industriário aposentado, pedagogo e historiador diletante. É presbítero em exercício da Igreja Presbiteriana do Brasil, servindo atualmente na Igreja Presbiteriana Rocha Eterna de Sorocaba.

E-mail: prebwilson@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário