quinta-feira, 25 de junho de 2015

A FAMÍLIA FOI INSTITUÍDA POR DEUS

APRESENTAÇÃO

        
Nos dias em que estamos vivendo acontece um burburinho no que diz respeito a várias alterações no comportamento social e conceitos milenares passam a ser contestados. A Família, tal como instituída pelo próprio Deus conforme consta da Bíblia Sagrada não escapa a estas manifestações de desejos de mudanças.
         Aliás, a própria Bíblia passa a ser contestada não só como algo sagrado, mas também como fundamento para as questões mais agudas que regem a existência do ser humano.
Com formação religiosa protestante e como educador com alguns conhecimentos acadêmicos em sociologia e psicologia, achei que deveria usar meu instrumento de comunicação que é o blog para colaborar de alguma forma com quem deseja, de forma resumida, estudar um pouco sobre o assunto.
Escolhi, entre os diversos escritos disponíveis na internet, este que transcrevo. Ele é de autoria do Reverendo Carlos Alberto Henrique, pastor presbiteriano e capelão na Universidade Mackenzie. Carlinhos, como chamado na intimidade, é também nosso amigo desde antes de sua ida para o seminário.

Aí está o escrito. Bom proveito e que Deus te abençoe.


"Família: instituição divina!"


“Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornado-se os dois uma só carne”. Gênesis 2.24


Rui Barbosa afirmou: “família é a célula mater da sociedade”. John MacArthur escreveu: “Talvez sejamos testemunhas da morte da célula básica de toda a civilização, a família”. Quando Deus instituiu a família visou ao homem e a sua esposa oportunidade de prazer, convívio mútuo e meio de procriação, uma forma de se multiplicar.

A família é de fato a primeira sociedade da qual se faz parte. Ela é a mais importante. A única que tem laços indissolúveis. Nela se vive a maior parte da existência. Nela se pode desenvolver talentos naturais e dons espirituais.

À família cabe a educação primeira dos filhos, o ensinar as primeiras letras e o dar os primeiros passos. É ela quem solidifica os valores éticos e morais e é nela que se aprende sobre o valor das coisas espirituais.

Talvez seja por isso que o diabo ataca tão ferozmente à família. Ele, mais do que qualquer outro, sabe que destruída a família, a sociedade se desfará automaticamente. Por isso não poupa nenhum esforço em solapar os alicerces éticos, morais e espirituais sobre os quais está alicerçada. John MacArthur comenta que os “Sinais do declínio da família são abundantes e evidentes à nossa volta. Numerosos fatos confirmam o amargo prognóstico. Quase não há necessidade de citar estatísticas”.

MacArthur afirmou que “Nestes últimos quarenta anos, desfilam continuamente diante de nós os sinais do colapso da família: divórcio, revolução sexual, aborto, esterilização, delinqüência, infidelidade, feminismo radical, o movimento dos direitos das crianças, ao lado da banalização dos lares de pais solteiros, o declínio da família nuclear; e outros sinais semelhantes. Assistimos ao entrelaçamento de uma intrincada corda que acabará por estrangular a família até a morte”.

Grande é a responsabilidade da igreja e maior ainda da família cristã, pois pesa o compromisso de ser fiel a Deus e a sua palavra. Quanto maior for o estrago na sociedade, maior o dever de manter firmes as estacas, de ter os mourões bem fincados, de ter sólido o alicerce sobre o que se mantém firme a família.

Segundo MacArthur isso é possível, ainda que haja uma orquestração diabólica para destruir a família, existem pessoas preocupadas com a sua destruição e dispostas a pagar o preço da restauração, ele afirma: “Felizmente, as vozes que clamam por essas alternativas orwellianas para a família ainda são minoria. Até mesmo os sociólogos seculares, em sua maioria, avaliam o declínio da família como absoluto desastre. Muitos concordam que a família é um bloco fundamental na construção da sociedade civilizada, e admitem livremente que, se a família não sobreviver – e prosperar – como instituição, a autodestruição da sociedade pode não estar muito longe”.

Com a convicção de que a família é bênção de Deus, pois ele a instituiu para o bem do seu povo e para a sua própria glória, que todo o esforço seja feito para a preservação saudável da mesma.


Carlos Henrique


Fonte: http://www.mackenzie.com.br/dhtm/capelania/mensagem2.php?codigo=200


Rev. Carlos Alberto Henrique


SOBRE JOHN MAcARTUR


O autor cita várias vezes o nome do Rev.John Fullerton MacArthur, Jr. Aí estão seus dados biográficos resumidos: 
(Los Angeles, 19 de junho de 1939) é um escritor evangélico dos Estados Unidos e ministro, conhecido por seu programa de rádio intitulado Graça a você (Grace to You). MacArthur é um pastor de quinta geração, um popular autor e conferencista, e tem servido como pastor-professor da Grace Community Church em Sun Valley,Califórnia, desde 1969, e como presidente do The Master's College (e as respectivas The Master's Seminary ), em Santa Clarita, Califórnia.



SOBRE O AUTOR DA POSTAGEM



Wilson do Carmo Ribeiro é pedagogo, historiador diletante e presbítero em atividade na Igreja Presbiteriana do Brasil há mais de 40 anos. 
Foi vereador representando as cidades de Alumínio e Mairinque nas décadas de 1970, 1980 e 1990 e é detentor do título de Cidadão Aluminense.
E-mail: prebwilson@hotmail.com








Nenhum comentário:

Postar um comentário